02/03/2013

Frango no forno em marinada

 

Francesinha

 

Ovo com Mousse de Chocolate


Peixe Empanado em Molho Tártaro

Foto: Peixe Empanado com Molho Tártaro

INGREDIENTES

Para o Peixe:
800 g de filé de merluza
4 dentes de alho amassados
Suco de 2 limões
Sal e pimenta-do-reino a gosto
Ovos batidos
Farinha de trigo
Óleo vegetal para fritar
Molho Tártaro:
180 g de picles picadinho
80 g de azeitonas verdes picadinhas
3 colheres (sopa) de cebola picadinha
1 dente de alho amassado
Salsinha e cebolinha a gosto
5 colheres (sopa) de shoyu
1/2 caixinha de creme de leite
3 colheres (sopa) de mostarda dijon
1 colher (sopa) de catchup
4 colheres (sopa) de maionese

MODO DE PREPARO
Tempere os filés com o sal, pimenta, alho e suco de limão, deixe tomar gosto por no mínimo 30 minutos
Passe no trigo, no ovo e novamente no trigo e frite em óleo quente
Escorra bem em papel absorvente e arrume numa travessa
Molho:
Misture todos os ingredientes num bowl
Sirva junto com os filés

Salada Sortida

Salada Sortida

Doce de Gila Tradicional

Foto: Doce de Gila tradicional


Ingredientes


1 Abóbora Gila 

Sal 

Açúcar 

Casca de Limão ou Canela em pau. 



Preparação: 


Adquira uma abóbora Gila do ano passado ou tente esperar um ano antes de fazer o doce. 

A razão porque é mais sensato fazê-lo prende-se com a intrincada anatomia interna destas abóboras. 

Totalmente branca e constituída por uma trama cerrada de fios onde se destacam as pevides pretas, existe a unir os polos da abóbora umas fitas também brancas que são o órgão que prende e distribui as sementes. Estas fitas ( a tripa)transmitem ao doce um insuportável sabor a peixe e devem ser totalmente retiradas assim que se parte a abóbora, operação bastante melindrosa e passível de confusão entre o branco da tripa e o branco dos fios. Ora, com o correr do tempo, esta fita vai-se tornando amarela e um ano depois não há confusão possível. 


Retira-se tudo o que é amarelo e deixa-se tudo o que é branco.



Mas se só arranjar agora a gila e não lhe apetecer esperar o tal ano, como elas já têm dois meses após colhidas, já é possível distinguir-se a tal tripa
Parta a abóbora atirando-a ao chão e não lhe toque com qualquer faca ou outro objecto metálico, que escurece o doce e lhe dá um sabor metálico pungente. 

Retire cuidadosamente toda a tripa e as pevides. 

Coza os pedaços com casca em água e sal, durante o tempo necessário para que a casca se comece a destacar dos fios. 

Vaze os bocados cozidos para um alguidar com água fria e, com os dedos, retire a casca lenhosa e uma ou outra pevide que sempre escapam à primeira limpeza. 

Desfaça em fios a parte branca, apertando entre os dedos e passe-os já separados para outro alguidar com água. 

Esfregue bem esta massa de fios dentro de água, até já não se formar qualquer espuma ao esfregar. Deixe então a abóbora desfiada numa salmoura a 5% (50g de sal por litro de água), durante 24 horas.

Escorra e lave em duas águas limpas deixando de molho em água doce mais 24 horas. 

Escorra bem os fios, pese e misture com peso igual de açúcar. Quando a mistura se mostrar molhada, ponha ao lume e tempere com uma casca de limão ou dois paus de canela, conforme gostar mais. 

Deixe apurar um ponto em que fique estrada no fundo da panela, mexendo para não pegar, o que, a acontecer, dá ao doce uma cor acastanhada em vez do transparente vagamente esverdeado que o caracteriza. 

Pode deixar o doce em ponto de Estrada (115ºC), para recheios, ou em ponto de Espadana (120ºC) para doce de colher, mais difícil de obter sem queimar nada. Em qualquer dos casos deve ser posto nos frascos muito quente e estes logo fechados. 

Se deixou o doce nos 115ºC adicione 3-4 gotas de Vodka na superfície antes de fechar o frasco, para garantir uma conservação a longo prazo sem problemas de bolor. Nos 120ºC não é preciso este cuidado suplementar. 

Depois de se comer um doce de Gila feito por nós, é difícil gostar das versões industriais. Se acha que, no futuro, não vai ter tempo ou paciência para voltar a fazer Gila, então é melhor nem experimentar esta trabalheira toda, cuja recompensa é um dos doces mais delicados e exigentes da nossa doçaria.


Fonte:
http://outrascomidas.blogspot.pt/2008/11/as-doces-abboras.html 

Doce de Cenoura

Foto: Doce de Cenoura

Ingredientes

mais ou menos 400 gramas de puré de cenoura.
um pão demolhado em agua fria e espremido.
pau de canela.
300 gramas de açúcar.
e como opção podemos juntar raspas de limão ou laranja.
Preparação do Doce de Cenoura:
Depois de reunidos todos os ingredientes necessários começamos por juntar o puré de cenoura, o açúcar, a raspa de limão ou laranja, o pão desfeio e misture tudo muito bem.

Depois de tudo misturado vamos juntar o pau de canela e levar ao lume, deixando ferver durante 6 minutos, mexendo sempre para não pegar.

Retire de lume e ponha nos recipientes onde ficará o doce, tire o pau de canela e deixe arrefecer.fonte:http://www.receitasja.com/doce-de-cenoura/ 

Pizza Doce de Chocolate Branco com Fruta

Foto: Pizza doce de chocolate branco com frutas
Avalie Médio
Enviar uma foto 1 de 1    
Foto: 4LEA
Receita: ANN3612
A massa dessa pizza é meio diferente, fica mais parecida com um biscoito do que uma pizza em si. Use qualquer fruta que você gostar.
  Pronto em 40 min
Ingredientes
Serve: 15
Massa:
215 g de manteiga
300 g de açúcar
2 ovos
350 g de farinha
2 colheres (chá) de cremor tártaro
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal
Cobertura:
500 g de chocolate branco (gotas ou picado)
60 ml de creme de leite
225 g de cream cheese
350 g de morangos fatiados
100 g de açúcar
2 colheres (sopa) de amido de milho
240 ml de suco de abacaxi
1 colher (chá) de suco de limão 

Pizza de chocolate com morangos

Foto: Pizza de Chocolate com Morango | Leite Condensado3

Ingredientes:
Massa:
 
- 1 kg de farinha de trigo
- 2 tabletes de fermento
- 125 ml de leite
- 375 ml de água
- 1 colher de chá de sal
- 1 colher de chá de açúcar
- 1 colher de sopa de azeite
 
Recheio brigadeiro:
- 1 lata de leite condensado
- 5 colheres de achocolatado
- 1 colher de sopa de margarina sem sal 
Modo de Preparo:
Massa:
 
Esfarele o fermento, adicione o sal, o açúcar e o leite, misture, coloque o azeite e parte da água, vá acrescentando aos poucos a farinha, e dar ponto com o restante da água. Dividir em 6 partes iguais e deixar crescer por mais ou menos 20 minutos. Esticar a massa e assar.
Recheio brigadeiro:
 
Leve tudo ao fogo mexendo sempre, até ficar no ponto de brigadeiro.
Montagem:
 
Coloque no disco já pré-assado o brigadeiro, cubra com chocolate granulado e morango bem lavados. Para acompanhar, algumas bolas de sorvete, nada mal.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...